19
01
2017

Dicas de nutrição para melhorar o seu rendimento no tatame

Por: dev4admin 0

Para aqueles que estão em busca de uma vida mais saudável, é importante destacar que a prática esportiva é apenas metade do caminho. O restante deste trajeto fica por conta da alimentação.

É claro que mudar os hábitos alimentares e ter uma nutrição funcional, saudável e com alimentos específicos não é das tarefas mais fáceis, mas é fundamental para começar a entender o conceito de reeducação alimentar. A alimentação de qualidade interfere diretamente no rendimento dos treinos de jiu-jitsu, no treinamento funcional e no jiu-jitsu para defesa pessoal.

Antes de saber o que se deve fazer, é importante entender o que deve ser evitado quando o assunto é hábito alimentar saudável. O jiu-jitsu é um esporte de alto gasto calórico e que exige bastante energia de seus praticantes e, por isso, a sugestão é combinar uma alimentação balanceada antes e depois dos treinos no tatame.

O que deve estar fora da sua nutrição diária:

– Aqueles que procuram uma escola de jiu-jitsu podem começar a abandonar alimentos industrializados e condimentados, como macarrão instantâneo, molhos, temperos, bolachas e salgadinhos.

– Deixe os refrigerantes e bebidas alcoólicas apenas para ocasiões especiais.

– Alimentos gordurosos, como frituras e carnes vermelhas, devem ser evitados.

– Doces e alimentos repletos de açúcar também estão proibidos. Quando se abandona o excesso de açúcar e de gordura, é importante começar a rechear o cardápio com alimentos funcionais, que fazem bem à saúde e deixam o corpo mais produtivo e com mais energia.

O que pode entrar na sua nutrição diária:

– Frutas. Escolha as suas frutas favoritas e coma algumas ao longo do dia. Você pode comer todos os dias, mas não precisa exagerar.

– Água. Deixe o seu corpo bastante hidratado. Esteja sempre com uma garrafinha de água por perto.

– Verduras e legumes são sempre bem-vindos.

– Carnes magras, como frango, peixe, carne de porco ou carne bovina com baixo teor de gordura devem ser consumidas.

– Grãos nutritivos como castanha-do-pará, grão de bico, lentilha e feijão também são bem-vindos no cardápio.

Com estas dicas básicas de alimentação, você terá uma vida saudável e mais rendimento nos treinos de jiu-jitsu. Lembre-se que estas são orientações genéricas  e que, de forma geral, valem para todas as pessoas, mas é importante consultar um profissional de nutrição para uma avaliação individual de suas carências e necessidades nutricionais.

Comentários
0

Deixe seu comentário!